• +55 (16) 3946-3826 / (16) 3511-5500
  • addn@addn.com.br
  • Seg - Sex: 07:00 - 17:00 e (Plantão 24 horas)
Imagem retirada de http://tnpetroleo.com.br/media/cache/e5/77/e577ce55edcfe3da1bdd9e503e6caaf0.j
Imagem retirada de http://tnpetroleo.com.br/media/cache/e5/77/e577ce55edcfe3da1bdd9e503e6caaf0.j

A balança comercial brasileira registrou um superávit de US$ 1,487 bilhão na segunda semana de junho (dias 5 a 11), de acordo com dados divulgados pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC). O saldo positivo é resultado de exportações de US$ 4,387 bilhões e importações de US$ 2,900 bilhões.

Na primeira semana do mês (dias 1 a 4), o saldo havia sido positivo em US$ 737 milhões, com US$ 2,024 bilhões em vendas e US$ 1,287 bilhão em compras do exterior.

No acumulado da duas primeiras semanas de junho, o superávit foi de US$ 2,224 bilhões, decorrente de embarques de R$ 6,411 bilhões e compras de US$ 4,187 bilhões.

Pela média diária de exportações, houve crescimento de 20,4% nas vendas ao exterior nas duas primeiras semanas de junho em relação ao mesmo mês em 2016, principalmente pelo desempenho dos bens semimanufaturados (alta de 37,7%). As exportações de produtos básicos subiram 17,3% e as de manufaturados aumentaram em 16,8%.

Na mesma comparação, as importações subiram 3,1%, com alta nos gastos com bebidas e álcool (178,1%), combustíveis e lubrificantes (66,9%), adubos e fertilizantes (50,1%), siderúrgicos (45,9%) e equipamentos eletroeletrônicos (9,7%).

Em 2017, a balança comercial acumula superávit de US$ 31,248 bilhões, resultado de exportações de US$ 94,337 bilhões e importações de US$ 63,089 bilhões. No acumulado do mesmo período em 2016, o saldo era positivo em US$ 21,057 bilhões.

Fonte: Udop, com informações do Estadão Conteúdo (texto extraído da revista IstoÉ Dinheiro)

  • Telefone:
    +55 (16) 3946-3826 / (16) 3511-5500

  • Amadeu Bonato 43, Dist. Industrial, Sertãozinho, SP

Sobre

Desde 1993 atuando no ramo metalúrgico, a ADDN dispõe de corpo técnico do mais alto nível, que domina tecnologias de projeto e fabricação compatíveis com as exigências de mercados.